Mamoplastia

Home » Mamoplastia
Dr. André Colaneri

Cirurgia Plástica
Dr. André Colaneri

Mamoplastia

     As mamas após a puberdade são rígidas devido à quantidade de glândula. Com o passar do tempo há uma diminuição da quantidade de glândula, aumento da gordura e tendência à ptose (queda da mama). A gravidez é um importante fator na aceleração da ptose mamária. A mamoplastia tem como objetivo reverter este quadro, suspendendo a mama e retirando o excesso de pele e tecido mamário existentes. É indicada para a redução de mamas volumosas e para suspensão de mamas ptosadas (caídas).

A anestesia pode ser local (mamas pequenas), peridural, porém mais comumente a escolhida é a geral. A recuperação não costuma ser dolorosa, há sim um incomodo local, mas muito bem tolerável. Deve-se evitar a elevação dos braços e esforço por 21 dias.

A cicatriz pode variar muito entre as pacientes, pois o que dita o tamanho da cicatriz é o excesso de pele. Sempre se escolhe a menor cicatriz possível que permita retirar o excesso de pele apresentado e remodelar a mama da melhor forma possível.

A amamentação não é prejudicada pela cirurgia. O que poderá ocorrer no caso de gravidez é certo retorno da flacidez, uma vez que a mama aumentará durante a amamentação e depois reduzirá de tamanho, podendo ocasionar um novo excesso de pele.

Como toda cicatriz costuma passar por uma fase de vermelhidão por pelo menos 4 meses, o resultado final da cirurgia será após 6 meses, porém a nova forma já será apreciada com 2 meses, uma vez passada o edema (inchaço).

Assim como toda cirurgia plástica, a mamoplastia apresenta grande segurança, desde que realizada por cirurgião plástico especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e em ambiente hospitalar. Os resultados comumente deixam paciente e cirurgião satisfeitos, trazendo para a paciente uma melhora da auto-estima e bem estar.