Prótese de Glúteo

Prótese de Glúteo

Muitas pessoas possuem o sonho de ter um glúteo firme, com curvas bem definidas. Para o sexo feminino, o contorno do bumbum tem tanta influência na expressão da feminilidade e sensualidade quanto à mama.

Algumas pessoas foram geneticamente desenhadas com pouca projeção de glúteo, com o bumbum “chato”. Outras já tiveram, quando mais jovens, um glúteo maior, porém, com o passar do tempo, viram o glúteo perder massa muscular e atrofiar.

Com o avanço da medicina plástica, surgiu a cirurgia de implante de prótese de silicone no glúteo, que hoje possui muita popularidade entre pessoas comuns e as celebridades.

O que é?

A gluteoplastia é a cirurgia plástica que usa o implante de silicone para aumentar o tamanho do bumbum e também modelar o formato dos glúteos.

Como é realizada?

O implante é realizado com anestesias locais (raqui ou peridural) ou anestesia geral. O procedimento pede, ao menos, um dia de internação e deve ser realizado em ambiente cirúrgico, com duração aproximada de uma hora e meia.

Ela é realizada com uma incisão de aproximadamente cinco a seis centímetros no sulco vertical que fica entre os glúteos, e por meio delas são introduzidos os implantes direito e esquerdo. A prótese é posicionada dentro do músculo glúteo maior, numa posição anatômica. Por ser um local de pouca visibilidade, exatamente entre as nádegas, é difícil observar a cicatriz, que fica na altura do cóccix.

A prótese também pode ser posicionada abaixo do músculo, no entanto, o resultado é esteticamente inferior e, por isso, a técnica é pouco utilizada.

Indicação

A prótese de glúteo é indicada para os pacientes com nádegas pequenas ou que após emagrecimento tiveram grande redução do volume, sem que houvesse ptose importante (queda do bumbum).

É realizada através da colocação de uma prótese de gel de silicone dentro do músculo glúteo maior. A cicatriz fica escondida no sulco glúteo (prega entre as nádegas) e de difícil percepção.

Prótese de Glúteo

É recomendável a troca periódica das próteses de glúteo para se evitar o desgaste das mesmas. Devido à crescente qualidade das próteses, estima-se que a troca deverá ser realizada em torno de 30 anos.

Contraindicações

A contraindicação para a realização dessa cirurgia são para pessoas que possuem doenças autoimunes, como o lúpus eritematoso sistêmico, por exemplo, cujo quadro clínico pode ser agravar com a implantação do silicone.

Tipo de anestesia

Peridural ou geral.

Ilustrações da Cirurgia:

(Clique na imagem)

Prótese de Glúteo

Tamanho da prótese

Primeiro é avaliado o formato e tamanho do bumbum e, assim, é orientado ao paciente sobre o volume que ficará melhor do ponto de vista estético. Mas a escolha do tamanho fica a critério do paciente e também do formato de corpo que garantirá um resultado harmônico para aquele volume escolhido de prótese.

Tipos de próteses de glúteo

Há vários tipos e modelos de próteses de glúteo, cada uma com uma indicação dependendo do tipo de nádegas da paciente. As próteses de glúteo podem variar de perfil e de envoltório. O perfil (forma) pode ser redondo ou anatômico, conforme a projeção da prótese. O conteúdo é de gel de silicone de alta coesividade. O envoltório da prótese também pode variar, sendo texturizado ou liso.

Importante!:

A prótese de glúteo é projetada para receber pressão (quando paciente senta, corre, deita, etc), sendo mais resistente e espessa que a prótese de mama. Certifique-se que o cirurgião utilizará a verdadeira prótese para glúteo, pois a prótese de mama(mais barata), se usada para esta cirurgia, tem maior probabilidade de estourar e menor longevidade, tendo que ser trocada mais cedo.

A escolha da prótese de glúteo ideal será feita na consulta médica, quando o cirurgião examinará a paciente e escolherá a melhor prótese para produzir um melhor resultado para o aumento da região glútea, que em cada paciente é diferente.

Tempo de internação

Geralmente 24 a 48 horas.

Pós-operatório

O pós-operatório da gluteoplastia de aumento com prótese costuma ser um pouco doloroso nas primeiras 48 horas, quando são utilizados analgésico e antiinflamatórios para amenizar o desconforto. Deve-se evitar deitar de costas por 21 dias. O dreno é retirado geralmente no 2o ou 3o dia pós-operatório.

Complicações

Apesar de raras, podem ocorrer: hematoma, infecção, extrusão da prótese, contratura da cápsula que é formada ao redor da prótese e problemas anestésicos.

A complicação mais frequente, que acontece em aproximadamente 20% das pacientes, é a abertura dos pontos no local da incisão. Para solucionar o problema pode ser necessário suturar novamente, mas na maioria dos casos são feitos curativos que fecham a incisão, sem danos significativos.

Outra coisa que pode acontecer é a prótese ficar mal posicionada, deixando aspecto artificial. Também pode ocorrer o aparecimento de hematoma, acúmulo de líquido e a contratura capsular, ainda que esses dois últimos sejam eventos são mais raros.

Resultado Definitivo

Os resultados da gluteoplastia de aumento podem ser vistos imediatamente, no entanto os resultados finais só aparecem depois da redução do edema, o que demora cerca de dois meses.

Durante os primeiros dois meses há a redução do edema (inchaço) e a cicatrização ganha força. Como toda Cirurgia Plástica, o resultado definitivo da Gluteoplastia de aumento se dá após os 6 meses, devido ao amadurecimento da cicatriz.

Vídeos

Entrevistado na TV Gazeta, Dr André Colaneri explica sobre a cirurgia plastica de prótese de glúteo, fala sobre os mitos e verdades, assim como dá informações importantes sobre a cirurgia.

TV Gazeta: Dr. André Colaneri fala sobre os mitos e verdades sobre Implantes de glúteos e novos implantes mamários.

Artigos relacionados

Agende uma Consulta

Agende uma consulta

0/5 (0 Reviews)