A Lipoaspiração é mesmo Perigosa?

Home » A Lipoaspiração é mesmo Perigosa?
Dr. André Colaneri

Cirurgia Plástica
Dr. André Colaneri

tit_artigos

A Lipoaspiração é mesmo Perigosa?

     É comum a idéia de que a lipoaspiração é uma cirurgia perigosa, de grande risco. Isso se deve aos eloqüentes relatos pela mídia das complicações advindas de lipoaspirações, realizadas frequentemente em clinicas e até em consultórios.

Por outro lado, alguns se referem à lipo como se esta não fosse considerada cirurgia. Ouvimos frequentemente a frase: “Dr., preciso fazer uma cirurgia ou só uma lipo resolve?” Esta noção de simplicidade do procedimento, baixo risco e rápida recuperação também tem sido muito divulgada pela imprensa, levando muitos a esta enganosa percepção da lipoaspiração.

Afinal, qual a realidade? Quão seguro é este procedimento? Quais as medidas de segurança que devo tomar para não me arrepender?

Primeiramente: Lipoaspiração é sim uma cirurgia, da especialidade da Cirurgia Plástica, e como qualquer cirurgia envolve riscos. Logo, um especialista em cirurgia plástica deverá ser o responsável pela execução. Exposto desta forma, até parece óbvio demais para ser escrito em uma matéria séria sobre cirurgia plástica. Concordo, não fossem os muitos médicos não especialistas que tem se aventurado a fazer lipoaspirações e se divulgado como especialistas em medicina estética.

O verdadeiro especialista em cirurgia plástica além de ter estudado os 6 anos de medicina e se formado médico, tem mais 5 anos de residência em cirurgia plástica, supervisionados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Depois destes 11 anos de intensos estudos, é necessário ainda se aprovado em difícil exame da Soc. Brás. de Cirurgia Plástica. Sendo assim, não existe nenhum médico especialista em lipoaspiração não pertencente a esta Sociedade. Vale ainda dizer, que o conselho Federal de Medicina nem reconhece medicina estética como especialidade, sendo os cirurgiões plásticos os responsáveis por este campo cirúrgico.

Segundo: qualquer cirurgia será sempre mais segura se realizada em hospital, onde há muitos recursos disponíveis para eventuais adversidades. A lipoaspiração, se realizada em clinica não será tão segura quanto em hospital. No consultório, o risco é imensamente maior se comparado ao hospital, pois além de não dispor de recursos, o ambiente é mais propenso a infecções. Logo, aquela idéia de que é melhor fazer várias pequenas cirurgias em consultório em vez de uma em hospital, é muito perigosa. Um fato interessante é notar que os verdadeiros especialistas têm predileção por fazer as lipoaspirações em ambiente hospitalar e em um tempo só, ao passo que os não especialistas se esforçam para vender a idéia que vários procedimentos em clinicas ou consultórios são melhores. Isso pode se dever ao despreparo para fazer uma cirurgia mais completa ou pelo fato dos hospitais apenas permitirem os especialistas fazerem lipoaspirações.

Um dado importante: a lipoaspiração é uma das cirurgias mais realizadas e com alto grau de segurança. Mas por que aparecem na mídia tantas complicações? Creio que é porque vende revista, jornal, etc. É como a queda de um avião – aparece em todo lugar. Mas qual o meio de transporte mais seguro? O avião! Mas preste ainda atenção em outro detalhe: geralmente as lipoaspirações que saem na mídia com complicações são realizadas em clínicas e muitas por não especialistas! Sendo assim, o risco seria da cirurgia ou de onde e quem foi escolhido para fazê-la?

Com toda a certeza, adversidades podem ocorrer com qualquer um. Porém, se uma complicação acontecer em hospital e com um especialista, dificilmente terá uma conseqüência maior, pois o profissional saberá como lidar com ela e terá todos os recursos necessários para fazê-lo.

Para concluir, a lipoaspiração é uma cirurgia segura, desde que realizada em ambiente hospitalar e com um especialista, um cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Dr. André Gonçalves de Freitas Colaneri
Cirurgião Plástico Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica