Cirurgia Íntima

As Cirurgias Íntimas são procedimentos cirúrgicos que ajudam a modificar a estética e funcionalidade de estruturas genitais, para aumentar o conforto e satisfação de muitas mulheres com essa parte do corpo. A redução de pequenos lábios, grandes lábios, monte de Vênus e outros procedimentos realizados na região são alguns dos exemplos dessas técnicas específicas.

Elas têm a capacidade de ajudar não só em aspectos físicos (como incontinência urinária, por exemplo) como também em aspectos psicológicos, já que contribuem para a satisfação pessoal, melhoram a autoestima e, muitas vezes, influenciam positivamente a vida sexual.

A cirurgia íntima mais procurada atualmente é a Ninfoplastia (também atende pelo nome de Labioplastia).

Ninfoplastia

A cirurgia para a redução dos pequenos lábios vaginais, conhecida como ninfoplastia ou labioplastia, é indicada para as pacientes que apresentam hipertrofia dos pequenos lábios vaginais, ou seja, aumento do tamanho destes. Ao contrário do que muitas mulheres pensam, é muito comum pacientes que apresentam os pequenos lábios vaginais aumentados, levando a um certo constrangimento.

Objetivo da cirurgia

Objetivo da cirurgia

A cirurgia visa à redução dos pequenos lábios, tornando-os de tamanho normal, porém sem reduzi-los de forma exagerada. Pois os pequenos lábios vaginais têm a importante função de proteger a entrada da vagina, dificultando o surgimento de infecções bacterianas, além de também ajudar na lubrificação local. A redução exagerada desta estrutura poderá acarretar ressecamento, principalmente depois da menopausa – época em que a lubrificação vaginal fica menos eficaz.

A Ninfoplastia pode ser realizada a laser. O uso do laser reduz o sangramento, o inchaço e a roxidão, proporcionando geralmente uma recuperação mais confortável e rápida.

Tipo de anestesia

Tipo de anestesia

A Ninfoplastia é realizada com anestesia local e sedação. A cirurgia demora cerca de apenas 40 minutos.

Tempo de internação

Tempo de internação

A alta é no mesmo dia, normalmente depois de 6 horas do término da cirurgia – dependendo da avaliação do cirurgião.

Pós-operatório

Pós-operatório

O pós-operatório da redução dos pequenos lábios vaginais não costuma ser doloroso exceto nos casos de grande inchaço, sendo prescritos apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 dias. A cirurgia realizada a laser costuma apresentar edema e roxidão menores, com recuperação mais rápida.

A cirurgia íntima mais procurada atualmente é a Ninfoplastia (também atende pelo nome de Labioplastia).

Ninfoplastia

A cirurgia para a redução dos pequenos lábios vaginais, conhecida como ninfoplastia ou labioplastia, é indicada para as pacientes que apresentam hipertrofia dos pequenos lábios vaginais, ou seja, aumento do tamanho destes. Ao contrário do que muitas mulheres pensam, é muito comum pacientes que apresentam os pequenos lábios vaginais aumentados, levando a um certo constrangimento.

Objetivo da cirurgia

Objetivo da cirurgia

A cirurgia visa à redução dos pequenos lábios, tornando-os de tamanho normal, porém sem reduzi-los de forma exagerada. Pois os pequenos lábios vaginais têm a importante função de proteger a entrada da vagina, dificultando o surgimento de infecções bacterianas, além de também ajudar na lubrificação local. A redução exagerada desta estrutura poderá acarretar ressecamento, principalmente depois da menopausa – época em que a lubrificação vaginal fica menos eficaz.

A Ninfoplastia pode ser realizada a laser. O uso do laser reduz o sangramento, o inchaço e a roxidão, proporcionando geralmente uma recuperação mais confortável e rápida.


5/5


(1 Review)

Tipo de anestesia

Tipo de anestesia

A Ninfoplastia é realizada com anestesia local e sedação. A cirurgia demora cerca de apenas 40 minutos.


5/5


(1 Review)

Tempo de internação

Tempo de internação

A alta é no mesmo dia, normalmente depois de 6 horas do término da cirurgia – dependendo da avaliação do cirurgião.


5/5


(1 Review)

Pós-operatório

Pós-operatório

O pós-operatório da redução dos pequenos lábios vaginais não costuma ser doloroso exceto nos casos de grande inchaço, sendo prescritos apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 dias. A cirurgia realizada a laser costuma apresentar edema e roxidão menores, com recuperação mais rápida.


5/5


(1 Review)

Perguntas Frequentes sobre Ninfoplastia

As relações sexuais deverão ser evitadas por no mínimo 21 dias. Não há necessidade de retirar pontos, visto que a sutura é realizada com pontos absorvíveis.

A sensibilidade dos pequenos lábios vaginais pode ser alterada transitoriamente, mas a sensibilidade do clitóris não é afetada, pois não há manipulação desta estrutura.

Apesar de muito raros, podem ocorrer complicações como: hematoma, infecção, deiscência (abertura de pontos), irregularidades.

Como qualquer cirurgia plástica, o resultado definitivo ocorre depois de 6 meses, tempo para o amadurecimento da cicatriz. Porém 80% do resultado já é alcançado depois de 2 meses da Ninfoplastia.

Sim, pode e isso é bastante comum. A cirurgia mais comumente associada à cirurgia íntima é a colocação de prótese de silicone nos seios – a cirurgia plástica favorita das mulheres, e a mais realizada no brasil e no mundo.

O retorno às atividades físicas poderá ocorrer depois de um mês da cirurgia, com atividades menos intensas e progressão paulatina até os grandes esforços.

A Ninfoplastia não altera em nada uma possível gravidez ou parto.

A segunda cirurgia íntima mais procurada é a cirurgia de Redução do Monte de Vênus.

Redução do Monte de Vênus

O Monte de Vênus localiza-se acima do púbis, é a região com pelos que fica acima dos órgãos genitais. Há pacientes em que o monte de Vênus é muito proeminente, conferindo um aspecto abaulado acima dos genitais, muitas vezes visível até sobre a calça, o que pode causar desconforto e constrangimento.

Esse excesso de gordura em ambos os sexos pode ser resultado de uma herança genética ou uma consequência de oscilações de peso, pela qual a região permanece aumentada.

Objetivo da cirurgia
Objetivo da cirurgia

A cirurgia para a redução do monte de Vênus é indicada para pacientes que apresentam aumento ou excessiva projeção da região acima do púbis, com consequente desconforto estético. Tem como intuito a redução e aplainamento do monte de Vênus, conferindo um aspecto menos abaulado.

Como é realizada

Pode ser feita através de lipoaspiração e/ou resseção de pele, dependendo da existência apenas de gordura localizada e/ou excesso de pele.

Tipo de anestesia
Tipo de Anestesia

A cirurgia é realizada com anestesia local e sedação ou peridural. A duração é de cerca de 40 minutos.

Tempo de internação
Tempo de Internação

A alta é no mesmo dia, depois de 6 horas do término da cirurgia.

Pós-operatório
Pós operatório

O pós-operatório da redução do monte de Vênus não costuma ser doloroso, sendo prescritos apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 dias. Não há necessidade de retirar pontos, visto que a sutura é realizada com pontos absorvíveis, nos casos em que há necessidade da retirada de pele.

Complicações

Apesar de muito raras, podem ocorrer: hematoma, infecção, deiscência (abertura de pontos), irregularidades.

Redução do Monte de Vênus

O Monte de Vênus localiza-se acima do púbis, é a região com pelos que fica acima dos órgãos genitais. Há pacientes em que o monte de Vênus é muito proeminente, conferindo um aspecto abaulado acima dos genitais, muitas vezes visível até sobre a calça, o que pode causar desconforto e constrangimento.

Esse excesso de gordura em ambos os sexos pode ser resultado de uma herança genética ou uma consequência de oscilações de peso, pela qual a região permanece aumentada.

Objetivo da cirurgia

Objetivo da cirurgia

A cirurgia para a redução do monte de Vênus é indicada para pacientes que apresentam aumento ou excessiva projeção da região acima do púbis, com consequente desconforto estético. Tem como intuito a redução e aplainamento do monte de Vênus, conferindo um aspecto menos abaulado.

Como é realizada

Pode ser feita através de lipoaspiração e/ou resseção de pele, dependendo da existência apenas de gordura localizada e/ou excesso de pele.


5/5


(1 Review)

Tipo de anestesia

Tipo de Anestesia

A cirurgia é realizada com anestesia local e sedação ou peridural. A duração é de cerca de 40 minutos.


5/5


(1 Review)

Tempo de internação

Tempo de Internação

A alta é no mesmo dia, depois de 6 horas do término da cirurgia.


5/5


(1 Review)

Pós-operatório

Pós operatório

O pós-operatório da redução do monte de Vênus não costuma ser doloroso, sendo prescritos apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 dias. Não há necessidade de retirar pontos, visto que a sutura é realizada com pontos absorvíveis, nos casos em que há necessidade da retirada de pele.

Complicações

Apesar de muito raras, podem ocorrer: hematoma, infecção, deiscência (abertura de pontos), irregularidades.


5/5


(1 Review)

Perguntas Frequentes sobre Redução do Monte de Vênus

Todas as recomendações feitas pelo cirurgião plástico devem ser seguidas a risca. O ideal é evitar tomar ou usar substâncias tóxicas e exagerar em exercícios físicos, comida e bebidas alcoólicas no dia anterior. A paciente deve depilar os pelos e higienizar a região íntima com sabonete neutro. Também deve ter uma alimentação leve um dia antes e jejum total de oito horas antes da cirurgia.

A volta ao trabalho poderá ser depois de 3 dias da cirurgia, evitando-se esforços físicos. As relações sexuais deverão ser evitadas por no mínimo 14 dias.

O resultado aparece depois de um mês, mas o inchaço total é eliminado, como em qualquer cirurgia, em torno de seis meses. Qualquer complicação o paciente deve consultar seu médico imediatamente.

No caso de apenas ser realizada uma lipoaspiração local, a cicatriz é mínima. No caso em que é realizada uma ressecção de pele, a cicatriz assemelha-se à da cesárea. Porém, a cicatriz nesta região geralmente fica pouco perceptível, devido à localização, do tipo de pele local e da presença de pêlos no local.

Sim, pode e isso é bastante comum. A cirurgia mais comumente associada à cirurgia íntima é a colocação de prótese de silicone nos seios – a cirurgia plástica favorita das mulheres, e a mais realizada no brasil e no mundo.

O retorno às atividades físicas poderá ocorrer depois de um mês da cirurgia, com atividades menos intensas e progressão paulatina até os grandes esforços.

A Ninfoplastia não altera em nada uma possível gravidez ou parto.

Já a terceira cirurgia íntima mais comum é a correção dos grandes lábios vaginais.

Redução dos Grandes Lábios Vaginais

A cirurgia para a redução dos grandes lábios vaginais é indicada para as pacientes que apresentam aumento ou excesso de pele e flacidez dos grandes lábios vaginais, o que comumente leva a uma distorção estética da genitália feminina e constrangimento da mulher.

A flacidez dos grandes lábios vaginais é comum em torno dos 40 anos ou próximo à menopausa, época na qual há uma grande absorção da gordura dos grandes lábios, fazendo com que a pele fique flácida e cheia de rugas, dando um aspecto murcho e envelhecido.

Objetivo da cirurgia
Como é feita

Nos casos em que há falta de volume, pela absorção da gordura nos grandes lábios, é realizado um enxerto de gordura. Muitas vezes apenas o enxerto resolve a flacidez, por esticar a pele flácida. Parte do enxerto é absorvido em até dois meses (em torno de 40%), mas o que fica permanece com o tempo e não costuma dar complicações, visto ser a gordura do próprio paciente.

Uso do laser

Nos casos de flacidez leve, o uso do laser para correção da flacidez dos grandes lábios vaginais é uma opção. O uso do laser nos grandes lábios vaginais leva à uma retração da pele, com melhora da flacidez. Pode também ser usado para clareamento da pele local e também para estreitamento do canal vaginal (nos casos de leve flacidez). Para melhor resultado nestes casos, costumam ser indicadas mais de uma sessão.

Indicação

Flacidez ou perda de volume dos grandes lábios vaginais, comumente com aspecto murcho e rugoso, acarretando desconforto ou constrangimento pela genitália aparentemente envelhecida.

Tipo de anestesia
Tempo de anestesia e Cirurgia

A cirurgia é comumente realizada com anestesia local e sedação. Tem duração de aproximadamente 40 minutos no caso do enxerto de gordura ou retirada de pele simples. Na associação do enxerto com a retirada de pele, dura em torno de 90 minutos.

Pós-operatório
Pós operatório

O pós-operatório não costuma ser doloroso, sendo prescritos pelo cirurgião plástico apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 dias.

Redução dos Grandes Lábios Vaginais

A cirurgia para a redução dos grandes lábios vaginais é indicada para as pacientes que apresentam aumento ou excesso de pele e flacidez dos grandes lábios vaginais, o que comumente leva a uma distorção estética da genitália feminina e constrangimento da mulher.

A flacidez dos grandes lábios vaginais é comum em torno dos 40 anos ou próximo à menopausa, época na qual há uma grande absorção da gordura dos grandes lábios, fazendo com que a pele fique flácida e cheia de rugas, dando um aspecto murcho e envelhecido.

Objetivo da cirurgia

Como é feita

Nos casos em que há falta de volume, pela absorção da gordura nos grandes lábios, é realizado um enxerto de gordura. Muitas vezes apenas o enxerto resolve a flacidez, por esticar a pele flácida. Parte do enxerto é absorvido em até dois meses (em torno de 40%), mas o que fica permanece com o tempo e não costuma dar complicações, visto ser a gordura do próprio paciente.

Uso do laser

Nos casos de flacidez leve, o uso do laser para correção da flacidez dos grandes lábios vaginais é uma opção. O uso do laser nos grandes lábios vaginais leva à uma retração da pele, com melhora da flacidez. Pode também ser usado para clareamento da pele local e também para estreitamento do canal vaginal (nos casos de leve flacidez). Para melhor resultado nestes casos, costumam ser indicadas mais de uma sessão.

Indicação

Flacidez ou perda de volume dos grandes lábios vaginais, comumente com aspecto murcho e rugoso, acarretando desconforto ou constrangimento pela genitália aparentemente envelhecida.


5/5


(1 Review)

Tipo de anestesia

Tempo de anestesia e Cirurgia

A cirurgia é comumente realizada com anestesia local e sedação. Tem duração de aproximadamente 40 minutos no caso do enxerto de gordura ou retirada de pele simples. Na associação do enxerto com a retirada de pele, dura em torno de 90 minutos.


5/5


(1 Review)

Pós-operatório

Pós operatório

O pós-operatório não costuma ser doloroso, sendo prescritos pelo cirurgião plástico apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 dias. Pode ocorrer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 14 dias.


5/5


(1 Review)

Perguntas Frequentes sobre a Redução dos Grandes Lábios Vaginais

A volta ao trabalho poderá ser depois de 3 dias da cirurgia, evitando-se esforços físicos.

As relações sexuais deverão ser evitadas por no mínimo 30 dias. Não há necessidade de retirar pontos, visto que a sutura é realizada com pontos absorvíveis.

Toda cirurgia deixa cicatriz. No caso do enxerto de gordura, a cicatriz é mínima, em torno de 5 milímetros para retirar gordura pela lipoaspiração. Depois de lavar a gordura e concentrá-la, o enxerto é feito por uma incisão de agulha, o que praticamente não deixa cicatriz. Na cirurgia em que é realizada uma ressecção de pele, há uma cicatriz na parte interna dos grandes lábios vaginais, na transição onde acabam os pelos, ficando geralmente de boa qualidade e muito discretas, podendo ainda serem escondidas por pelos da região.

Sim. Nos casos de leve flacidez dos grandes lábios, o laser pode ser usado para causar uma retração da pele e reduzir a flacidez.

O laser pode ser usado para clarear a pele dos grandes lábios vaginais. Pode também ser usado para estreitamento vaginal. Tanto no caso do clareamento dos grandes lábios, assim como para estreitamento do canal vaginal, costumam ser necessárias mais de uma sessão, para melhores resultados.

Não. É possível operar sem que ninguém saiba. Para isso, precisa ir e voltar do hospital de táxi. Não pode dirigir nem ir de ônibus ou metrô. A alta é dada depois de 6 horas do término da cirurgia.

Sou uma boa candidata a essas cirurgias?

É importante lembrar que antes de fazer qualquer procedimento de cirurgia íntima é preciso que a mulher passe por uma avaliação médica para ver se o tamanho dos lábios ou do Monte de Vênus realmente é anormal. Isso porque pode acontecer de algumas mulheres considerarem que os seus lábios sejam muito maiores que o habitual, e desejarem tirar mais do que o necessário – o que não é recomendado. Após a avaliação, a cirurgia é agendada.

O uso do Laser na cirurgia íntima

O uso do laser na cirurgia íntima tem inúmeros benefícios. Um deles é que ele proporciona uma incisão com menos trauma, uma vez que há menos sangramento. Isso acontece porque o laser queima os vasos sanguíneos ao cortar a pele, então promove também menor inchaço e roxidão.

Ele também pode ser usado para descamar uma parte da pele e clareá-la, ou para reduzir a flacidez dentro da vagina. Esse último é capaz de aumentar a concentração de colágeno e dar mais elasticidade e lubrificação.

Lembrando sempre que todos os casos devem ser estudados por um cirurgião plástico.

Sou uma boa candidata a essas cirurgias?

É importante lembrar que antes de fazer qualquer procedimento de cirurgia íntima é preciso que a mulher passe por uma avaliação médica para ver se o tamanho dos lábios ou do Monte de Vênus realmente é anormal. Isso porque pode acontecer de algumas mulheres considerarem que os seus lábios sejam muito maiores que o habitual, e desejarem tirar mais do que o necessário – o que não é recomendado. Após a avaliação, a cirurgia é agendada.


5/5


(1 Review)

O uso do Laser na cirurgia íntima

O uso do laser na cirurgia íntima tem inúmeros benefícios. Um deles é que ele proporciona uma incisão com menos trauma, uma vez que há menos sangramento. Isso acontece porque o laser queima os vasos sanguíneos ao cortar a pele, então promove também menor inchaço e roxidão.

Ele também pode ser usado para descamar uma parte da pele e clareá-la, ou para reduzir a flacidez dentro da vagina. Esse último é capaz de aumentar a concentração de colágeno e dar mais elasticidade e lubrificação.

Lembrando sempre que todos os casos devem ser estudados por um cirurgião plástico.


5/5


(1 Review)
Dr André Colaneri é especialista em Cirurgias íntimas, ninfoplastia, labioplastia, Redução dos lábios vaginais e monte de Vênus
Dr André Colaneri é especialista em Cirurgias íntimas, ninfoplastia, labioplastia, Redução dos lábios vaginais e monte de Vênus

Dr André Colaneri é especialista em Cirurgias íntimas, ninfoplastia, labioplastia, Redução dos lábios vaginais e monte de Vênus.

Dr Andre Colaneri é autor do livro "Cirurgias Intimas”, referência nacional para o estudo de todas as cirurgias intimas: ninfoplastia, labioplastia, redução do monte de Vênus, redução dos grandes lábios vaginais, tratamento da flacidez dos lábios vaginais, laser em cirurgia intima e etc.

Dr. André Colaneri é autor do livro “Cirurgia Íntima”, referência nacional para o estudo de todas as cirurgias íntimas: Ninfoplastia, Labioplastia, Redução do Monte de Vênus, Redução dos Grandes Lábios Vaginais, Tratamento da Flacidez dos Lábios Vaginais, Laser em Cirurgia Íntima etc.

Vídeos

Entrevistado pela TV Gazeta, Dr Andre Colaneri explica as cirurgias intimas, como a ninfoplastia – labioplastia.

Especialista em Cirurgias Íntimas, Dr André Colaneri é entrevistado por Solange Frazão e explica sobre a redução do Monte de Venus, cirurgia, detalhes.

Especialista em Cirurgias Íntimas, Dr André Colaneri é entrevistado por Solange Frazão e explica sobre cirurgia intima de correção da flacidez dos grandes labios vaginais.

Agende uma Consulta

Agende uma consulta

5/5 (1 Review)