Ritidoplastia ou Lifting Facial (cirurgia da face)

Home » Ritidoplastia ou Lifting Facial (cirurgia da face)
Dr. André Colaneri

Cirurgia Plástica
Dr. André Colaneri

Ritidoplastia ou Lifting facial completo

Com o progredir da idade, a pele vai perdendo sua elasticidade e turgor, levando a um excesso de pele na face. A força da gravidade, por sua vez, age puxando esse excesso para baixo, fazendo com que aprofundem os vincos entre o nariz e a boca (sulco nasogeniano), entre outras marcas da pele.

Somando-se a tudo isto ainda há toda a musculatura da face, que após anos de movimentação propiciam a formação de rugas na testa, ao redor dos olhos e em outras áreas.

São todas estas alterações juntas que levam à aparência de envelhecimento. O lifting da face tem por objetivo reverter parcialmente esse processo, ao atuar sobre alguns músculos e retirar o excesso de pele existente, sem no entanto modificar os traços e expressões do paciente. O resultado buscado é uma face mais jovem, harmônica e de aparência natural.

Ritidoplastia ou Lifting Facial (cirurgia da face)

Indicação: 
Presença de rugasflacidez e excesso de pele na face.

Tipo de anestesia: 
Local com sedação ou geral.

Tempo de internação: 
De 12 a 24 horas.

Técnica Cirúrgica – Ilustrações
Ritidoplastia
Clique na imagem e veja mais.

Pós-operatório:
O curativo compressivo e o dreno são retirados em 24 horas. É comum a ocorrência de edema (inchaço) e equimose (roxidão), os quais geralmente regridem em até 21 dias. A recuperação é indolor, ficando a sensibilidade reduzida por um certo período na área operada, ocorrendo recuperação total com o passar do tempo. Deve-se evitar exposição solar por 30 dias no mínimo, sendo importante o uso de bloqueadores solar até 6 meses da cirurgia.

Complicações: 
Um preparo pré-operatório adequado é fundamental para evitá-las. Apesar de incomuns, podemos citar: hematoma, deiscência (abertura de pontos), alterações da cicatrização, sofrimento de pele, infecção, lesões de nervos e problemas anestésicos.

Ritidoplastia ou Lifting Facial (cirurgia da face)

É importante notar que todas complicações são mais comuns em pacientes fumantes, sendo indispensável parar de fumar por pelo menos 14 dias antes da cirurgia.

Resultado definitivo:
O resultado definitivo é alcançado com 6 meses, pois esse é o tempo que leva para a cicatriz amadurecer.

Vídeo 01

Dr André Colaneri, entrevistado pela TV Record, fala sobre cirurgia da face

img_videos_face
Perguntas Frequentes

1) Quando é indicada a mamoplastia?
A mamoplastia, mastopexia ou lifting das mamas é indicada para corrigir a estética das mamas e harmonizá-las ao restante do corpo. Pode reduzir as mamas quando necessário, reduzir o tamanho das aréolas, levantar e simetrizar as mamas. 

2) A Mamoplastia deixa cicatrizes visíveis?
Como toda cirurgia plástica, a mamoplastia deixa cicatrizes Porém as cicatrizes ficam situadas em áreas não expostas. No caso da mamoplastia, a cicatriz dependerá do tipo de mama e quantidade de tecido a ser retirado. Quanto maior o excesso de pele (flacidez) maior será a cicatriz para corrigi-lo. Desta forma, a cicatriz pode ser em “T”. “L”, “I” ou apenas periareolar. 

3) As cicatrizes podem ficar altas, grossas? 
Certas pacientes, por questões genéticas, podem apresentar tendência à cicatrização hipertrófica ou ao quelóide. Por;em, esta tendência pode ser estimada na consulta e há meios de minimizar o risco de cicatrizes ruins, com uso de cremes, injeções e outras terapias. 

4) Existe correção para as cicatrizes Hipertróficas?
Vários são os meios de modular a cicatriz. Pomadas, cremes, injeções, curativos de silicone, betaterapia, etc. Os retornos são de fundamental importância para o cirurgião plástico acompanhar a cicatrização e interferir no momento certo, nos casos de tendência à cicatriz hipertrófica. 

5) Quando é o Resultado Definitivo da Mamoplastia?
Apesar de já logo apos a cirurgia se notar grandes mudanças, somente entre o 6o e 12º mês é que as mamas atingirão sua forma definitiva e a cicatriz amadurecerá. 

6) As mamas ficam duras? e o tamanho?
As mamas podem ser reduzidas através da mamoplastia redutora, além disso sua consistência e forma também são melhoradas com uma intervenção. 
A consistência melhora depois da cirurgia, devido ao tecido das mamas ficar mais coedo. Porém, a característica do tecido das mamas não é modifcado e, sendo assim, mamas muito gordurosas e moles não ficarão duras, apenas de ficarem mais rígidas que antes da cirurgia. 

7) O pós-operatório da mamoplastia é doloroso?
Não é comum ter muita dor depois da mamoplastia. Logicamente, alguma desconforto ocorrerá, mas geralmente é bem controlado com medicamentos comuns. 

8) No caso de nova gravidez, o resultado será prejudicado?
Sim. Durante a gravidez a mama aumenta, reduzindo após a amamentação. Isto leva à distensão da pele, que poderá não retornar ao normal após a lactação. Caso isso aconteça haverá uma ptose (queda) da mama. A lactação geralmente não fica prejudicada, podendo ser afetada apenas em casos de grandes reduções (gigantomastias). 

9) Qual o tipo de anestesia na Mamoplastia?
Geralmente a anestesia geral ou peridural. 

10) Há perigo na Mamoplastia?
A mamoplastia raramente tem complicações, desde que realizada por especialista (cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica). Porém, como em toda cirurgia, complicações podem ocorrer, apenar de raras. 

11) Quanto tempo dura em média a mamoplastia?
Em média três horas. 

12) Qual o tempo de internação da mamoplastia?
Geralmente 24 horas. 

13) São utilizados curativos depois da mamoplastia?
Sim, nos primeiros dias depois da cirurgia. 

14) Quando são retirados os pontos de uma mamoplastia?
A maioria dos pontos são internos e não precisam ser retirados. Os poucos pontes externos são retirados em torno do sétimo ao décimo quinto dia, sem maiores incômodos. 

15) Quando tomarei banho depois da mamoplastia?
Geralmente, após 2 dias. 

16) Qual a evolução pós-operatória de uma mamoplastia?
Você não deve esquecer que, até que se atinja o resultado almejado, as mamas passarão por diversas fases. Se lhe ocorrer a preocupação no sentido de “desejar atingir o resultado definitivo antes do tempo previsto”, não faça disso motivo de sofrimento: tenha a devida paciência, pois, seu organismo se encarregará espontaneamente de dissipar todos os transtornos imediatos que, infalivelmente chamarão a atenção de alguma amiga, que não se furtará a observação: “será que isso vai desaparecer mesmo?”. É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser a nós transmitida. Para sua tranqüilidade, daremos os esclarecimentos necessários ou nos empenharemos para que se atinja o resultado almejado. 

17) Quando poderei retornar a minha atividade física?
Depois de 21 dias pode fazer caminhadas leves. Exercícios mais pesados, somente após 60 dias. 

18) É possível associar a mamoplastia a outras cirurgias plásticas?
Sim. É muito frequente a associação da mamoplastia à abdominoplastia. Outras cirurgias plásticas, como lipoaspiração, dermolipectomia de braços, entre outras também costumam ser associadas. A possibilidade da associação dependerá do quadro clinico, exames e fatores de risco da paciente.