Otoplastia (Orelha de Abano)

Home » Otoplastia (Orelha de Abano)
Dr. André Colaneri

Cirurgia Plástica
Dr. André Colaneri

Otoplastia (Orelha de Abano)

Informações relevantes sobre otoplastia. cirurgia plastica das orelhas, orelha de abano, idade para operar, cicatriz, recuperação, resultados, tudo sobre o assunto.

Indicação: 
Algumas pessoas nascem com orelhas mal formadas, ou seja, com o formato diferente do normal. A mal formação mais comum é a chamada orelha de abano, a qual apresenta sua borda lateral mais distanciada da cabeça, aparentando por isso ser maior. Nestas orelhas há também o apagamento da anti-hélice (dobra interna da orelha), conferindo à esta um aspecto de antena parabólica.

otoplastia é a cirurgia que leva à correção destas alterações, visando a formar a anti-hélice e diminuir a distância entre a face posterior da orelha e o couro cabeludo.

A idade ideal para a correção é a partir dos 6 anos, quando a orelha já alcançou o tamanho adulto e a criança começa o período escolar.

O intuito da otoplastia é a correção das alterações estéticas da orelha, deixando a orelha de forma natural, sem estigma de orelha de abano ou de cirurgia.

Otoplastia (Orelha de Abano)

Tipo de anestesia: 
Pode ser local, local com sedação ou geral.

Técnica Cirúrgica – Ilustrações

Otoplastia

Clique na imagem e veja mais.

Tempo de internação: 
O paciente pode receber alta no mesmo dia ou no dia seguinte à cirurgia.

Pós-operatório:
Deve-se evitar qualquer tipo de trauma às orelhas, inclusive dormir sobre ela por 3 semanas.
Deve-se usar uma bandagem elástica que protege e mantém a orelha imobilizada junta à cabeça por 1,5 mês, apenas para dormir.

Complicações: 
São raras na Otoplastia. Porém como toda cirurgia tem seus riscos, podemos citar: hematoma, infecção, deiscência (abertura da sutura), cicatriz hipertrófica (exacerbada) e problemas anestésicos.

Otoplastia (Orelha de Abano)

Resultado definitivo:
Logo após a Otoplastia, a orelha já se encontra praticamente com o formato final, porém há edema e equimose (inchaço e roxidão) que regridem em até 21 dias. A cicatriz leva 6 meses para amadurecer.

Entrevistado, Dr. André Colaneri explica sobre otoplastia, a cirurgia plastica das orelhas de abano.

TV Record: Dr André Colaneri, entrevistado, fala sobre otoplastia.

Perguntas Frequentes

1) Quando a plastica das orelhas está indicada?
A otoplastia é indicada para os pacientes que apresentem alguma alteração da forma normal de uma ou ambas orelhas. É indicada para a harmonização das orelhas à face, visando sempre um resultado natural. 

2) A otoplastia deixa cicatriz?
Como toda cirurgia plástica, otoplastia deixa cicatriz. A cicatriz da otoplastia geralmente fica imperceptível, por se colocada atrás da orelha. É comum ficar fina e na dobra atrás da orelha, difícil de perceber. 

3) Há risco na otoplastia?
Toda cirurgia tem risco. O risco da otoplastia é muito pequeno, semelhante ao de ir ao dentista. 

4) Qual é a anestesia da otoplastia? 
Geralmente local ou local com sedação. Em crianças a geral é mais usada. 

5) Qual o tempo de internação da otoplastia? 
Geralmente a alta é no mesmo dia da cirurgia. 

6) Quanto tempo dura a cirurgia de otoplastia? 
Geralmente a demora em torno de 90 minutos. 

7) Precisa cortar o cabelo para a otoplastia? 
Não. O cabelo pode ser apenas preso. Um cabelo mais longo, comum em pacientes que têm orelhas em abano, ajudará a disfarçar a fase de inchaço e roxidão inicial. 

8) Qual a idade ideal para a otoplastia? 
A otoplastia pode ser feita na infância ou quando adulto.
A orelha apresenta grande crescimento até os 5 a 6 anos, quando atinge prticamente o tamanho adulto. A partir desta idade já é possível a cirurgia. A otoplastia realizada na infância tem a vantagem de evitar estigmas e apelidos indesejáveis, comuns na fase escolar. 

9) Como é a recuperação da otoplastia?
É comum um inchaço e roxidão nos primeiros 21 dias. Não é comum dor intensa, apenas um leve desconforto, controlado com medicamentos de rotina. 

10) Há dor no pós-operatório da otoplastia? 
Geralmente não. Mais freqüente do que a dor é a sensação de latejamento das orelhas. O desconforto é facilmente controlado com medicações comuns. 

11) Como fica a sensibilidade das orelhas depois da otoplastia? 
As orelhas ficam com a sensibilidade alterada, com anestesiadas. Isso se deve porque a pele é descolada na cirurgia, machucando alguns nervinhos. A sensibilidade costuma retornar com o tempo, nos primeiros meses. 

12) Precisa algum curativo especial? 
Par dormir é necessário usar uma faixa de proteção. Na primeira semana pode ser usado um curativo de gesso na parte interna das orelhas, para proteção. 

13) Quando são retirados os pontos da otoplastia? 
Geralmente com 14 dias da cirurgia. A retirada dos pontos não dói. 

14) Como terei que dormir depois da otoplastia? 
Deve-se evitar dormir sobre as orelhas nos primeiros 45 dias ao menos. Uma faixa de proteção deve ser usada durante o sono, para evita de dobrar a orelha. 

15) Em quanto tempo poderei voltar às atividades normais? 
Após dois dias da otoplastia é possível voltar ao trabalho de escritório. Exercícios não deverão ser realizados por 21 dias, retornando gradativamente. Esportes de contato, com risco de trauma na orelha, precisarão esperar por no mínimo 2 meses. 

16) O resultado definitivo da otoplastia acontece quando? 
Imediatamente depois da cirurgia a mudança já é visível. O inchaço maior e roxidão regridem em torno de 21 dias. Com um mês, já se tem 70% do resultado. Como em toda cirurgia plástica, o resultado definitivo é apenas alcançado depois de 6 meses. 

17) Pode perder o resultado da otoplastia? 
Muito difícil isso acontecer. A orelha demora 2 meses para ter a cicatrização mais forte e manter a forma. Os primeiros 60 dias são fundamentais para a manutenção do resultado e todas as orientações medicas devem ser respeitadas.

18) Posso ter quelóide na cicatriz da otoplastia? 
O quelóide é uma cicatriz grossa, alta, mais comum em negros e asiáticos. É determinado geneticamente, não sendo devido ao cirurgião. É possível, através da história de cicatrização do paciente e da família, estimar os riscos de uma cicatrização ruim e tomar medidas para evita-la, assim como há tratamentos no caso que se desenvolva. Porém, felizmente o mais comum é uma cicatrização de ótima qualidade, ficando quase imperceptível, escondida na dobra atrás da orelha. 

19) É possivel associar outras cirurgias plásticas à otoplastia? 
Sim. É possível associar outras cirurgias à otoplastia, como por exemplo, lipoaspiração, rinoplastia, mamoplastia de aumento, outras.